top of page
  • Foto do escritorAdmin

Protético In-House: Prós e Contras na sua Clínica Odontológica


Protético In-House: Prós e Contras na sua Clínica Odontológica

Vantagens e desvantagens de ter um laboratório de prótese dentro da sua clínica odontológica?


A presença de um protético dentro da clínica odontológica tem se mostrado uma opção cada vez mais atrativa para profissionais que buscam aprimorar a qualidade e eficiência dos tratamentos oferecidos.


Ter um protético in-house significa ter um técnico especializado trabalhando diretamente na clínica, auxiliando na confecção de próteses dentárias e agilizando o processo de reabilitação oral.


Neste artigo, exploraremos as vantagens e desvantagens dessa abordagem para que você possa avaliar se é a escolha certa para sua clínica odontológica.

Vantagens do Protético In-House

  1. Comunicação direta e ágil: Ao ter um protético dentro da clínica, a comunicação entre o dentista e o protético é facilitada. Dúvidas, ajustes e detalhes técnicos podem ser discutidos de forma imediata, evitando atrasos e erros na confecção das próteses.

  2. Maior controle de qualidade: Com o protético atuando diretamente na clínica, o dentista tem maior controle sobre o processo de confecção das próteses. É possível realizar ajustes e correções durante o processo, garantindo um resultado final de alta qualidade e de acordo com as expectativas do paciente.

  3. Agilidade nos tratamentos: A presença do protético in-house elimina a dependência de laboratórios externos e os prazos de espera para o retorno das próteses. Isso resulta em tratamentos mais rápidos, reduzindo o tempo de espera do paciente e aumentando a satisfação geral.

  4. Maior personalização: Com o protético atuando de forma integrada à equipe, é possível personalizar as próteses de acordo com as necessidades e preferências do paciente. O trabalho conjunto permite ajustes e adaptações durante o processo, resultando em próteses mais estéticas e funcionais.

Desvantagens do Protético In-House

  1. Investimento inicial e estrutura: Ter um protético in-house requer um investimento inicial significativo para equipamentos, materiais e infraestrutura adequada. É necessário dispor de espaço físico, recursos financeiros e planejamento adequado para acomodar o laboratório dentro da clínica.

  2. Custo operacional: Além do investimento inicial, ter um protético in-house implica em custos operacionais contínuos, como salário, benefícios e manutenção do laboratório. Esses gastos devem ser cuidadosamente avaliados para garantir a viabilidade financeira da clínica.

  3. Necessidade de atualização e treinamento: O dentista e o protético devem se manter atualizados com as últimas técnicas e tecnologias odontológicas. Isso requer investimento em treinamentos e atualizações constantes para garantir que ambos estejam alinhados e em sintonia no processo de confecção das próteses.

  4. Limitação de especializações: É importante considerar que um protético in-house pode ter habilidades limitadas a determinados tipos de próteses. Casos mais complexos ou específicos podem requerer a contratação de protéticos especializados externos, aumentando os custos ou limitando a capacidade da clínica de atender a essas demandas.

Conclusão

A decisão de ter um protético in-house em sua clínica odontológica envolve uma análise cuidadosa das vantagens e desvantagens. Embora ofereça benefícios como comunicação direta, controle de qualidade, agilidade nos tratamentos e personalização das próteses, é importante considerar os investimentos iniciais, custos operacionais, necessidade de atualização e possíveis limitações de especializações.

Antes de tomar essa decisão, é recomendável realizar uma análise completa das necessidades e capacidades da clínica, considerando fatores financeiros, espaço físico disponível, perfil dos pacientes e demandas clínicas.

Lembrando que mesmo sem um protético in-house, é possível estabelecer parcerias sólidas com laboratórios externos de confiança, garantindo a qualidade das próteses e o sucesso dos tratamentos.

Avalie suas prioridades e objetivos, busque orientação profissional e faça uma escolha informada que esteja alinhada com a visão e o modelo de negócio de sua clínica odontológica. O objetivo final é fornecer o melhor atendimento possível aos pacientes, independentemente da abordagem escolhida.


Sobre a Senior Consulting


Somos referência em marketing e gestão de empresas de saúde. Temos nossa matriz em São Paulo e escritórios em Miami, Nova York e Londres.


+55 11 3254 7451

atendimento@seniorconsulting.com.br

bottom of page