top of page
  • Foto do escritorAdmin

O que o médico não pode fazer no Instagram


o que o médico não deve fazer nas redes sociais

As redes sociais são um fenômeno no Brasil. Com mais de 100 milhões de brasileiros conectados à internet, é difícil encontrar alguém que não tenha conta em pelo uma das grandes redes sociais como o Facebook, Instagram ou Youtube.


Sem dúvida o marketing digital na medicina é uma realidade e boa parte dos profissionais e medicina já aderiram a propaganda nas redes sociais como forma de aumentar sua visibilidade e atrair mais pacientes.


Mas, mesmo assim existem aqueles profissionais de medicina se perguntam:

Como utilizar as redes sociais sem ter problemas com o código de ética médica?

Que tipo de conteúdo posso postar no Instagram?

Devo utilizar uma conta separada para minhas postagens pessoais nas redes sociais?


São dúvidas pertinentes e se você já se pegou pensando nelas, este artigo é para você.


As redes sociais são diversas e cada uma delas tem seus prós e contras, além das suas particularidades.


Por isso, resolvemos focar neste artigo no Instagram para médicos. Se você é uma(a) médico(a) que trabalha com procedimentos estéticos como dermataologistas e cirurgia plástica, sem dúvida alguma essa é a rede social mais utilizada. Também pode ser a que pode te trazer mais problemas.


Veja, todas as orientações que vamos passar abaixo são fruto da nossa experiência fazendo consultoria de marketing médico há mais de 25 anos e também das observações pertinentes ao código de ética médica, assim como algumas pontuações sobre a legislação pertinente a propaganda médica.


Neste artigo você vai ver:

Por que usar o Instagram para médicos?

O que o médico está proibido de fazer nas redes sociais

10 ações proibidas para médicos nas redes sociais

Orientações práticas para médicos utilizarem o Instagram


 

Por que usar o Instagram para médicos?


Segundo pesquisas do SEBRAE e também do site de pesquisas Opinionbox, em 2020, cerca de 99 milhões de brasileiros tinham conta no Instagram.


Isso envolve pessoas físicas e também pessoas jurídicas. Existe uma grande possibilidade que o perfil das pessoas que buscam por serviços médicos das mais diferentes especialidades estejam no Instagram.


O Instagram é a quarta rede social mais utilizada no Brasil, ficando atrás apenas do

Facebook, do WhastApp e do Youtube.


Entretanto, o engajamento no Instagram, ou seja, a interação dos usuários desta rede é maior do que nas demais.


O fato de ser uma rede social totalmente projetada para trabalhar com conteúdo visual e acessível diretamente na plataforma de maior mobilidade, os smartphones, contribui muito para que esse engajamento dos usuários seja maior.


Portanto, todo médico que visa ampliar a visibilidade do seu trabalho precisa pensar seriamente no uso do Insatagram como ferramenta de captação de pacientes em potencial.


Aqui, vale destacar que um médico, ou uma clínica devem utilizar o Instagram com dois grandes objetivos em mente: Educar os seus potenciais pacientes sobre problemas e desejos, e também, atrair potenciais pacientes que já estejam mais avançados na decisão de buscar por um profissional de saúde.


 

O que o médico está proibido de fazer nas redes sociais


O Instagram médico pretende ser uma ferramenta de visibilidade para profissionais de medicina.


Entretanto, o CFM, no intuito de regularizar a propaganda médica nas redes sociais, com o intuito de evitar que um tema tão sério como a saúde das pessoas se banalize, lançou normas específicas para tratar do assunto.


Além do próprio código de ética médico, existe o manual de publicidade médica e também atualizações específicas sobre marketing digital na medicina.


O melhor canal para buscar essas resoluções e códigos é junto ao site do Conselho Federal de Medicina que sempre vai estar atualizado com a última versão das orientações sobre o uso da propaganda na medicina, incluindo aqui claro, o uso do Instagram médico.


10 ações de marketing digital médico nas redes sociais proibidas pelo Conselho Federal de Medicina:


  1. Postar fotos de pacientes, mesmo sem autorização expressa deles;

  2. Postar fotos no estilo antes e depois;

  3. Publicar selfies com pacientes;

  4. Anunciar-se como especialista sem possuir RQE;

  5. Postar preços de procedimentos médicos;

  6. Anunciar consórcios, parcelamentos ou descontos;

  7. Participar de entrevistas em vídeos e stories dos pacientes;

  8. Medicina estética não pode ser anunciada. Ela não é área de atuação nem especialidade médica ;

  9. Divulgar cursos de pós-graduação sem estar vinculado à especialidade registrada no CRM-MG;

  10. Indicar tratamentos.

Como você pode notar, existem sim muitas restrições na propaganda de serviços médicos. E o CFM como orgão regulador da classe deve ser levado à sério.


Já tivemos casos de prospectos da área de medicina que tiveram contas bloqueadas e sanções administrativas aplicadas pelo CRM por uso indevido da propaganda na internet, especialmente por parte de profissionais que trabalham com procedimentos estéticos e descumpriram regras e orientações de publicidade médica no Instagram e outras redes sociais.


Fique atento, busque se inteirar do código de ética médica, além de buscar a ajuda e orientação de uma agência de marketing digital médico que tenha experiência e domínio das particularidades da publicidade na medicina;


 

Orientações práticas para médicos utilizarem o Instagram


Um bom Instagram médico precisa passar por algumas fases de organização prévia. Um passo a passo sobre como montar um Instagram médico sério e de valor para seus pacientes e visitantes é detalhado abaixo:


Foque em imagens de qualidade. Apesar de smartphones terem uma boa qualidade de imagem, outros aspectos afetam o resultado das fotos como fundo, luminosidade, intensidade, etc. Sempre que possível opte pela contratação de um profissional.


Produza conteúdo que eduque, informe e transforme a vida dos seus visitantes.


Direciona links nas suas postagens para informações complementares no seu site. Pode ser um breve vídeo com uma chamada para um artigo mais robusto no blog do seu site.


Ter um Instagram Médico pressupõe que deve haver uma interação com seus pacientes e visitantes. Se o seu conteúdo for bom prepare-se para ter engajamento, que vai gerar a necessidade de tempo para responder a perguntas.


Nenhuma agência de marketing médico pode substituir o médico e seu conhecimento. O máximo que uma agência pode fazer é organizar um roteiro de pautas que devem ser seguidas, mas o conteúdo técnico sempre precisará passar pelo crivo do especialista no assunto.


Sempre que possível adote um tom mais sério em relação ao conteúdo que está sendo postado. Nada de temas como religião, futebol, etc. Esse tipo de assunto deve ser tratado na sua conta privada, se você gosta disso.


Tenha uma conta profissional separada da pessoal. Na conta profissional mostre seu lado humano com muito cuidado. Existe uma linha tênue que separa o conteúdo útil da ostentação, do querer aparecer e se autorpromover. Pense duas vezes antes de publicar qualquer coisa pessoal no Instagram.


Tenha em mente o que você pretende atingir publicando no Instagram ou em outras redes sociais. Se você acredita que pacientes já estão prontos para ligar e agendar uma consulta logo depois de ver um post seu no Instagram, volte duas casas e estude um pouco mais sobre comportamento de consumo.



 

Uma útima palavra sobre marketing no Instagram para médicos


No Google e outros mecanismos de busca os seus potenciais pacientes descobrem o que você faz, nas redes sociais como o Instragam, as pessoas ficando sabendo como você faz o que faz.

Quer mais orientações sobre como montar um Instagram médico que ajude seu consultório ou clínica a ganhar mais projeção e aumentar o fluxo de potenciais pacientes?


Entre em contato e fale com um especialista!


Senior Consulting

Instagram para médicos

+55 11 3254-7451

atendimento@seniorconsulting.com.br




bottom of page